EMPATIA | COLOCANDO-SE NO LUGAR DO OUTRO

em domingo, 30 de junho de 2019


Muitas pessoas tem o péssimo hábito de fazer comentários maldosos a respeito das outras sem o mínimo de necessidade. Qual o motivo que as levam a fazer esse tipo de coisa?

Todo mundo quer ser aceito por quem realmente é. Ninguém quer se sentir obrigado a mudar só pra agradar os outros.

Você, por exemplo, se sentiria confortável caso alguém quisesse mudar o seu jeito de ser só por que não consegue te aceitar como você é?

Com certeza não. Então não seja para os outros o que não quer que sejam com você. Busque ser mais empático com o seu semelhante.
Mas afinal, o que é empatia?

Empatia X apatia

Embora com termos parecidos, empatia é bem diferente de simpatia.

Ser simpático é saber tratar o outro bem, ser educado e não fazer distinção de pessoas ao dirigir uma saudação.

Empatia, porém, é a capacidade de se colocar no lugar do outro, se sensibilizar com o fato de que o outro está em um momento ou situação em que tão somente espera ser aceito e compreendido.

Apatia, por sua vez, é o contrário de tudo isso. Uma pessoa apática é indiferente a tudo, insensível em relação ao outro. É aquela pessoa que não se comove, incapaz de obter sentimentos.

Empatia: caso hipotético

Vamos imaginar este caso hipotético: você acabou de entrar em sua rede social e está olhando as publicações.

Entre uma e outra você se depara com uma postagem, seja ela foto ou vídeo, que não foi do seu agrado.

E pelo fato de você ser um seguidor, se acha no direito de dizer o que bem pensa da tal pessoa, não se importando a mínima pra o efeito que causará.

Acontece que do outro lado da tela, quem está lendo as suas palavras tem sentimentos e não vai ficar confortável ao receber tantas críticas negativas.


Colocando-se no lugar do outro

O nosso meio social está cada vez mais ocupado por pessoas sem afeto pelo seu semelhante.

Pessoas que se acham donas do mundo e da verdade, que acham que podem fazer o que quiserem e da forma que bem entenderem.

Nas redes sociais são onde mais se encontram esses tipos de pessoas. Basta dá uma olhada nos comentários, principalmente de pessoas famosas, e terá a confirmação.

São tantos comentários desagradáveis e agressivos que chego a pensar:

o que o autor do tal comentário sentiria, caso alguém também se prontificasse a atacá-lo nas redes sociais?

Com certeza ficaria desapontado. De igual modo o “famoso” que, apesar da vida pública, é tão humano quanto qualquer outra pessoa.

Não seja do tipo de pessoa que apedreja. Seja luz na vida de alguém. Trate os outros do mesmo modo que você gostaria de ser tratado. Aprenda a se colocar no lugar do outro. Dê mais lugar à empatia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


• O que você achou desse post?
• Deixe seu comentário, crítica ou sugestão.
• Terei o maior prazer em responder você ♡



Topo